8 divas para escolher o tipo de cor certa para sua casa

1- Não Escolha Sua Cor De Tinta Primeiro.

Sei que parece natural fazer as maiores coisas primeiro, mas é muito mais fácil escolher uma cor de tinta que combine com seus móveis e decoração do que escolher uma cor que combine com a cor da tinta.

2-Comece Com Uma Inspiração.

O Pinterest é um ótimo ponto de partida para decidir sobre cores de tinta. Faça um quadro para cada sala e comece a fixar salas que chamam sua atenção. Depois de ter cerca de 10, você terá uma ideia do que é atraído pela cor e estilo.

Você acreditaria que a inspiração para a cor da parede que está em 90% da minha casa veio de uma caneca de café da Starbucks? Sim!

Eu amo o cinza, mas não queria que minha casa estivesse com frio (ou como uma cela de prisão), então fui para um cinza que tinha apenas o calor suficiente para que meus móveis e acessórios cinza ardósia o acompanhassem, mas ainda assim ficaria quente.

 

E no quarto do meu filho a inspiração veio de um cobertor de bebê que recebi quando estava grávida dele. Usei-o como ponto de partida para selecionar tecidos em azuis e verdes e, em seguida, escolhi um verde muito claro, mas brilhante para as paredes. Mesmo que seja verde, ainda funciona como neutro, porque todo o resto da sala é a estrela, não as paredes.

 

o que me leva ao meu próximo ponto …

3- Misture Com Neutros.

Agora não estou dizendo para evitar cores todos juntos. A cor é boa, mas é preciso primeiro decidir onde você quer que a atenção de uma sala vá. Se a sua resposta são as paredes, então, vá em negrito. E se você for ousado nas paredes, todo o resto da sala deve ser bem neutro, para que você não acabe competindo demais. É por isso que a cor ousada no banheiro pode funcionar tão bem, porque quase todo o resto do banheiro já é neutro (branco). 

Compre amostras de algumas cores / tonalidades e pinte uma área grande o suficiente em algumas paredes diferentes para que você possa ver como a luz a atinge em diferentes momentos do dia. Tente o seu melhor para não testar sua tinta contra paredes brancas, pois isso eliminará a cor. Se for necessário, faça uma área de teste maior para ter uma idéia melhor.

Quase todas as marcas agora têm amostras disponíveis por alguns reais. Vale a pena gastar o dinheiro comprando alguns para testar em seu espaço antes de comprar galões da cor. Além disso, as amostras restantes são ótimas para retoques e outros pequenos projetos de pintura.

Deixe as áreas de teste em funcionamento por cerca de uma semana para poder ver como será a cor em diferentes momentos do dia e sob diferentes luzes.

* Dica: em vez de pintar um espaço inteiro (conceito aberto) de todas as cores, divida-o pintando alguns quartos ou acentuando as paredes com alguns tons mais claros ou mais escuros na mesma faixa de cores. Isso adicionará profundidade a um espaço. (Também mencionado na dica 8.)

5- Teste Suas Cores De Tinta Contra Móveis E Tecidos.

Não teste apenas suas cores na parede. Em vez disso, pinte um pedaço de cartolina e segure-o contra o seu sofá, mesa ou outros itens que estarão na sala para ver se vão. Você não quer necessariamente corresponder, mas quer que os tons sejam agradáveis.

6- Escolha O Brilho Certo.

Qualquer brilho em uma tinta acentua as falhas; portanto, se você estiver tentando mascarar falhas, use o mínimo de brilho possível.

Aqui estão algumas diretrizes gerais para as diferentes opções de acabamento:

  • Plana (Fosco): Sem brilho. Perfeito para áreas com pouco tráfego, como salas de estar e quartos, além de tetos.
  • Esmalte plano:  quase não tem brilho, mas é um pouco mais fácil de limpar do que a tinta plana. Isso também é perfeito para áreas com pouco tráfego, mas pode ser uma escolha melhor se você tem filhos ou animais de estimação.
  • Esmalte de casca de ovo:  tem um pouco de brilho e é uma boa opção para áreas de tráfego moderado, como salas de estar. Na minha experiência, muitos arranhões podem ser limpos dessa superfície com um pano úmido.
  • Esmalte acetinado:  tem um pouco mais de brilho e funciona bem em áreas de tráfego intenso ou em áreas com umidade. Também é super limpável e é por isso que é perfeito para cozinhas e banheiros.
  • Esmalte Semi- Brilhante: Brilhante, mas não parecido com vidro. É isso que você deve usar em armários e acabamentos, ou em áreas com muita umidade.
  • Esmalte Hi-Gloss:   Brilhante! Isso dá um acabamento quase tipo vidro e é perfeito para superfícies de alto uso (como uma grade) ou móveis.

7- Entenda Tons:

Use a cor mais escura da tira para descobrir a cor verdadeira. Isso evitará que você acabe com tinta muito rosa, muito azul, muito amarela etc.

8-Tenha Um Tema Colorido Em Toda A Sua Casa.

Não quero dizer que você precise pintar sua casa inteira da mesma cor, mas especialmente em salas que se abrem, considere como cada sala ficará quando estiver em outra. Se você quiser jogar com segurança e escolher uma cor, sugiro que você faça pelo menos alguns tons mais claros ou mais escuros em uma sala ou até em uma parede focal. É uma ótima maneira de adicionar profundidade e interesse a um espaço.

As casas-modelo são um exemplo perfeito de um tema colorido em toda a casa. Eles normalmente mantêm a cor da parede principal da sala neutra e usam tecidos e acessórios para adicionar cor. Em seguida, nos quartos, eles podem ter as cores de destaque do espaço nas paredes e manter a roupa de cama neutra. É claro que os quartos para crianças nem sempre seguem essa regra, mas eles não deveriam ter que né?