Cães e suas doenças saiba como prevenir

A prevenção de doenças é uma das melhores maneiras de proporcionar ao seu amado animal de estimação uma vida saudável. Por isso é importante conhecer o seu animal de estimação para perceber uma mudança de comportamento ou algum sintoma de alguma doença.

Sempre que você estranhar alguma coisa, busque levar o seu animal diretamente ao veterinário para um exame e diagnóstico.

Veja aqui algumas doenças e sobre como prevenir tais doenças.

Vamos lá?

Boa nutrição

Uma das principais questões de saúde é uma boa nutrição. Os animais de estimação, assim como nós, precisam de uma alimentação boa, equilibrada e equilibrada para que possam obter nutrientes que contenham vitaminas e todos os nutrientes que seu corpo precisa.

Uma dieta completa irá percorrer um longo caminho para a saúde do seu cachorro. As rações estão ficando cada vez mais modernas, contendo uma excelente nutrição completa e com diversos nutrientes que contribuem para todos os aspectos da saúde do seu cão ou gato.

Vacinação

Segundo os Cursos Online da área é fundamental que as vacinas estejam sempre em dia, lembrando que cada animal possui uma vacina diferente. As vacinas protegem o corpo do seu animal de estimação de doenças perigosas. Com o objetivo de saber quais são as vacinas que o seu pet deve tomar e com qual frequência deverão ser aplicadas, consulte seu veterinário.

Observe seus animais de estimação

Cuidar dos seus animais de estimação é importante. Você tem que saber quanta comida e quanta água ele deve comer. Para ter certeza de que está prestando o melhor atendimento possível ao seu pet, consulte um bom médico veterinário e busque sempre perceber qualquer alteração na quantidade de comida e água que o animal está consumindo, leve-o ao veterinário, pois isso pode indicar que algo não está certo.

Os gatos são propensos a pedras nos rins, portanto, a hidratação e a frequência de micção devem ser monitoradas de perto. 

Atividades físicas

A atividade física deve ser especialmente para cães porque eles têm muita energia. Os gatos também devem fazer algo para se exercitar, com o objetivo de sempre se manterem em forma. Para ambos, isso ajuda no controle de peso, pois o excesso de peso em cães e gatos pode prejudicar as articulações e aumentar as chances de diversos problemas respiratórios, cardíacos e outras doenças. Jogos e caminhadas são essenciais para essa prática.

Limpe o ambiente

O ambiente separado do seu animal de estimação deve ser mantido sempre limpo e usar produtos não tóxicos. Produtos tóxicos podem causar dermatite e irritação na pele do animal. Portanto, com um ambiente limpo vai dificultar muito a reprodução de parasitas, como, por exemplo: pulgas e carrapatos. Por isso, tome cuidado ao passear com seu pet e verifique sempre a higiene dos locais que ele frequenta.

Visitas ao veterinário

O veterinário deve ser visto com mais frequência quando o animal é filhote. Idealmente, a cada 3 meses, à medida que o filhote está se desenvolvendo e sua imunidade está se desenvolvendo.

Animais de estimação idosos requerem cuidados especiais, e as visitas ao veterinário devem ser mais frequentes, mas recomenda-se um check-up a cada 4 meses para verificar o estado do animal.

5 doenças mais comuns

1 – Erlichiose

Também é conhecida como doença do carrapato, pois sua transmissão ocorre através da picada desse parasita. Esta é uma infecção grave que pode causar anemia, sangramento, insuficiência renal e alterações neurológicas. Se a doença não for bem tratada, a doença poderá levar à morte.

O principal meio de prevenção é a atenção constante com o objetivo de sempre evitar infestações de carrapatos, tanto no seu animal de estimação quanto no ambiente em que ele vive. Isso pode ser feito através da aplicação de medicamentos e produtos com efeitos antiparasitários.

O tratamento vai sempre depender do estágio que a doença se encontra. Para cada condição, medicamentos específicos podem ser necessários.

2 – Raiva canina

Esta doença representa um alto risco para os homens. Ela é uma infecção viral que é considerada altamente mortal, pois não existe tratamento ou cura.

A prevenção da raiva se dá inteiramente por meio da vacinação, enquanto a transmissão ocorre por meio de mordidas ou arranhões de animais contaminados.

Os principais sintomas são alterações comportamentais, inquietação, paralisia motora, salivação excessiva, perda de apetite, entre outros sintomas.

3 – Cinomose

A cinomose é uma doença que afeta filhotes imunocomprometidos e cães mais velhos. Se não manuseado adequadamente, haverá diversas sequelas graves e até levar à morte do animal.

É altamente contagiosa entre os animais de estimação e evolui rapidamente, com vários sintomas diferentes em cada fase.

Pode começar com sintomas respiratórios, como tosse, coriza e dificuldade para respirar, e progredir para sintomas gastrointestinais, como vômitos e diarreia. Ela pode causar diversas reações neurológicas, como, por exemplo: convulsões e reações cutâneas.

4 – Gripe canina

A gripe que afeta os cães é uma doença que afeta todo o sistema respiratório e pode causar outros problemas de saúde. Se não tratada ou sanada com os devidos cuidados, ela pode evoluir para pneumonia.

Os vírus são os principais causadores da doença e, quando a imunidade de um cão está enfraquecida, eles ficam enfraquecidos e mais suscetíveis à ter a doença.

Sintomas: tosse persistente, coriza, espirros, febre, letargia e perda de apetite. Nesses casos, o tratamento deverá sempre ser feito com medicamentos específicos prescritos por um veterinário com base na condição clínica do animal.

5 – Parvovirose

Ela é uma doença muito perigosa quando atinge filhotes, que ainda não possuem imunidade suficiente para combater o causador doença.

O causador é um vírus altamente contagioso em animais de estimação. Em alguns casos, o vírus ataca o coração e causa miocardite, que pode levar à morte.

Além de limitar o contato com cães doentes e objetos infectados, a principal medida preventiva é por meio da vacinação.

Se você deseja aprender sobre como cuidar e tratar o seu pet, indicamos que você faça um Curso Online com Certificado da área de medicina veterinária.