Suplementos naturais para aumentar a imunidade

A imunidade é um sistema complexo que protege o corpo de vírus, bactérias, parasitas e fungos nocivos. A imunidade é dividida em inata e adaptativa e deve separar constantemente os microorganismos benéficos dos prejudiciais.

A imunidade inata tem muitas funções. Uma de suas principais tarefas é direcionar as células do sistema imunológico para as áreas do corpo onde existe uma ameaça possível ou real, a fim de impedir o desenvolvimento da infecção.

Ele é como um general enviando tropas para repelir uma invasão inimiga. A imunidade inata também ajuda a ativar a segunda linha de defesa imunológica do corpo – a imunidade adaptativa.

A resposta do sistema imunológico adaptativo (ou adquirido) é baseada na ação das vacinas e na sua eficácia na proteção contra infecções. De certa forma, a imunidade adaptativa é semelhante a um alarme que dispara quando um ladrão entra em um apartamento para lhe dar tempo para agir e evitar problemas.

Uma dieta saudável, um bom sono, exercícios regulares e redução do estresse são essenciais para uma função imunológica ideal. Nenhum medicamento ou suplemento pode substituir um estilo de vida saudável.

Citrus Aurantium conhecido como laranja-amarga, é um excelente medicamento para o emagrecimento.

Acetilcisteína

A N-acetil L-cisteína é um precursor da glutationa e um poderoso antioxidante. É produzido a partir do aminoácido natural L-cisteína. A glutationa está presente em organismos humanos e animais, em plantas e fungos. Ajuda a proteger as células do dano oxidativo e pode ajudar a proteger o sistema imunológico.

Zinco

À medida que envelhecemos, a absorção de minerais importantes como o zinco pode se deteriorar. Além disso, a ingestão inadequada de alimentos ricos em zinco ou o consumo regular de álcool podem levar à deficiência crônica de zinco.

A deficiência de zinco pode estar associada a um risco aumentado de desenvolvimento de doenças infecciosas e autoimunes.

Dose recomendada: pastilhas, 30 mg (conforme rótulo). Você pode tomar outros tipos de suplementos de zinco, conforme indicado no rótulo. O zinco também é encontrado na maioria das fórmulas multivitamínicas.

Vitamina C 

A vitamina C, também conhecida como ácido ascórbico, é uma das vitaminas mais estudadas nos últimos 50 anos. A pesquisa sugere que um dos muitos benefícios da vitamina C para a saúde são seus potenciais benefícios de aumento do sistema imunológico.

Cogumelos Reishi 

Os cogumelos Reishi (fungo do pavio laqueado, ganoderma laqueado, ganoderma lucidum, Lingzhi) são usados ​​na medicina oriental. Eles são comuns em regiões asiáticas quentes e úmidas. Eles podem ser comidos, em pó ou tomados como suplemento. Acredita-se que eles sejam benéficos para o sistema imunológico.

Ácidos gordurosos de omega-3

Os ácidos graxos ômega-3, ou ácidos graxos poliinsaturados (PUFAs), são essenciais para a nossa saúde. Estes incluem principalmente os ácidos eicosapentaenóico (EPA) e docosahexaenóico (DHA). Acredita-se que eles tenham muitos benefícios para o corpo como um todo, incluindo o sistema imunológico.

Probióticos 

Os probióticos são bactérias benéficas que podem ajudar o funcionamento do intestino, bem como melhorar sua saúde e bem-estar geral. 80% do sistema imunológico é encontrado nos intestinos – portanto, as bactérias benéficas apoiam a saúde.

Como cuidar dos bebês? Confira as dicas

Os recém-nascidos necessitam de uma série de cuidados, pois têm pouca autonomia pessoal e dependem dos adultos para comer, se mover e limpar.

O kit mamadeira chicco ajuda os pais na alimentação dos pequenos.

Você deve pensar que os bebês estão no útero da mãe há nove meses; portanto, ao nascer, eles estão se adaptando ao novo ambiente, são muito frágeis e dependem de nós para nos mudarmos.

Ao manusear, devemos lavar as mãos antes de manipular o recém-nascido, pois eles ainda não desenvolveram um sistema imunológico resistente, por isso são muito vulneráveis ​​a infecções. Além disso, ao segurar o bebê nos braços, segure a cabeça e o pescoço com segurança, pois os músculos do pescoço não são desenvolvidos.

Amamentação ou leite artificial?

Uma das primeiras decisões que teremos que tomar com o bebê recém-nascido será sobre a alimentação, onde teremos que decidir se amamentar ou mamadeira. Médicos especialistas afirmam que a amamentação é melhor para um recém-nascido. Recomenda-se que os bebês se alimentem exclusivamente de leite materno durante aproximadamente os primeiros seis meses de vida.

leite materno é o alimento perfeito para o recém-nascido:

  • Contém os nutrientes que um recém-nascido precisa.
  • Ele contém anticorpos que ajudam a proteger os bebês de uma ampla variedade de doenças infecciosas, como diarreia e infecções respiratórias.

aleitamento materno é bom para as mães, pois queima calorias e ajuda a encolher o útero. Além disso, a amamentação de um bebê também protege as mães do câncer de mama e ovário.

A decisão entre amamentar ou mamadeira para um bebê geralmente se baseia em como a mãe se sente confortável em amamentar e em seu estilo de vida. Embora seja verdade que, em alguns casos, a amamentação não seja recomendada para a mãe ou o bebê.

Meu bebê come o que é necessário?

Durante o primeiro mês, os bebês fazem entre 8 e 12 refeições por dia. O bebê deve receber o peito quando estiver com fome, o que geralmente ocorre entre uma e três horas.

Não é necessário seguir um cronograma rígido de alimentação, mas um padrão de alimentação específico e específico será estabelecido. Os bebês sabem quando estão com fome e quando estão satisfeitos.

Como você sabe que os bebês estão com fome?

 

Os seguintes sinais nos dizem que nosso bebê está com fome:

  • Balance a cabeça de um lado para o outro.
  • Abrir a boca.
  • Coloque sua língua pra fora
  • Coloque as mãos e os punhos na boca.
  • Coloque os lábios como se fosse chupar.
  • Esfregando os seios da mãe.
  • Expresse o reflexo de busca (quando um bebê move a boca na direção de algo que toca ou acaricia sua bochecha).

Bebês na hora de dormir. Quanto os bebês devem dormir?

Os bebês podem dormir até 18 horas por dia, acordando algumas horas para comer. Teremos que acordar o recém-nascido a cada 3 ou 4 horas para comer até que ele mostre um bom ganho de peso, o que geralmente ocorre nas primeiras semanas. Então podemos deixá-lo dormir por mais tempo.

Os primeiros meses da vida de um recém-nascido podem ser os mais difíceis para os pais, que podem acordar muitas vezes por noite chorando. Cada bebê tem seu próprio horário de sono. A maioria dos bebês começa a dormir a noite toda aos dois meses de idade, embora nem todos os bebês o façam.

Como os bebês devem dormir?

Durante as primeiras semanas da vida de um bebê, alguns pais optam por dormir no mesmo quarto que seus filhos.

Colocar o berço ou berço para o bebê no quarto dos pais e não em outro quarto. Isso permite que o bebê esteja perto o suficiente para monitorá-lo. Compartilhar o quarto é seguro, mas colocar o bebê na cama junto com os pais não é, pois corre o risco de asfixia ou estrangulamento.

Devemos colocar o recém-nascido para dormir de costas, nunca o colocar de bruços ou de lado. Dormir de barriga para baixo pode bloquear as vias aéreas do bebê e fazê-lo respirar seu próprio dióxido de carbono.

Como a falta de exercício afeta sua saúde?

A falta de atividade física é um dos fatores de risco mais importantes para a saúde. Estudos revelam que entre 30 e 40% das doenças que afetam mais a população têm falta de exercício, o que gera um gasto importante para a saúde pública que poderia ser evitada.

É chamado de falta de exercício quando os músculos não excedem ou limitam a estimulação a longo prazo, que em uma pessoa não treinada representa 30% da sua força máxima e 50% da sua capacidade máxima de resistência cardiovascular.

É importante ressaltar que exercícios mal executados podem ser prejudiciais à saúde. Visite seu médico antes de adotar qualquer plano de exercícios regular.

tenis_de_basquete

Aqui estão alguns fatos sobre a importância do exercício em sua vida:

Distúrbios do exercício e do peso

Sobrepeso e obesidade são duas doenças que estão exponencialmente nos países da América Latina. Uma dieta baseada em gordura saturada e um estilo de vida sedentário são os principais fatores de risco para esses distúrbios.

O excesso de peso está associado a muitas doenças, como diabetes, pressão alta, doenças cardiovasculares, depressão, doenças ósseas, entre muitas outras.

Estar acima do peso diminui a qualidade e a expectativa de vida. Uma maneira fácil de saber se você está acima do peso é calcular o IMC (índice de massa corporal), aplicar a divisão do peso pela altura (em metros, por exemplo, 1,60 m) ao quadrado. Se o resultado for maior que 25, isso significa que você está acima do peso.

Exercício e varizes

As veias são os tubos através dos quais o sangue retorna ao coração. Para que esse processo de retorno seja eficaz, como veias têm válvulas que impedem o sangue “caia” quando ele eleva contra uma gravidade na direção do coração e também causa uma “bomba” que impulsiona o sangue para cima, por exemplo, quando está nas pernas.

Essa “bomba” são os músculos que, quando contraídos, impulsionam o sangue para o coração.

Não deixe de se exercitar, uma atividade física essencial para sua saúde, ou tênis Air Jordan 11 possui um ótimo impacto, contribuindo para uma atividade física mais agradável.

Quando você não se exercita, seu sangue tende a estagnar, fazendo com que suas veias se dilatem e varie a aparecer. Quando as veias do “sistema profundo” das pernas são afetadas, são gerados “trombos” (coágulos em movimento), que podem afetar o pulmão ou o cérebro (nenhum caso de malformação cardíaca).

Exercício e depressão

O exercício físico demonstrou um efeito antidepressivo. Não é apenas uma ajuda para melhorar o autoconceito, controlar o peso e melhorar a aparência física, mas também tem efeitos benéficos no cérebro.

A depressão está associada à desregulação de certos hormônios usados ​​como neurotransmissores, como dopamina, serotonina e noradrenalina. O exercício físico ajuda a equilibrar esses hormônios, ou previne a depressão e ajuda uma pessoa que já possui. A atividade física também ajuda a reduzir a ansiedade, um distúrbio intimamente ligado à depressão.

Exercício e insônia

Insônia é uma incapacidade ou dificuldade de iniciar ou manter o sono e pode aparecer esporadicamente ou se tornar uma doença crônica. A falta de sono está associada ao aumento da mortalidade e à diminuição da qualidade de vida.

Um dos perigos da insônia é que ela reduz o estado de vigilância durante o dia, ou facilita o sofrimento de algum tipo de acidente, além de aumentar o estresse, a ansiedade e o nervosismo. Atividade física leve moderada ajuda a adormecer.

Exercício e doenças cardiovasculares

Entre as doenças cardiovasculares mais frequentes estão a pressão alta, síndrome coronariana aguda (como ataques cardíacos), acidentes vasculares cerebrais e arteriosclerose (como doença e fator de risco). Todos esses distúrbios têm em comum alguns fatores de risco, como má alimentação e falta de exercício físico.

A atividade física reduz os níveis de gordura no sangue e, a longo prazo, contribui para a redução da pressão sanguínea, também melhora a capacidade do coração de bombear sangue, ou o que torna o oxigênio melhor distribuído.

Para pessoas que já têm esse tipo de distúrbio, são exercícios físicos dinâmicos de nível moderado, como caminhar por 30 minutos.

Exercício e diabetes

O diabetes é uma doença caracterizada por hiperglicemia ou aumento de glicose no sangue. Na maioria dos tecidos (como o músculo estriado), é usada uma proteína da chamada glicose “GLUT 4” para glicose entre células, que é regulada pela insulina.

No diabetes tipo 2, essa proteína não funciona, portanto, a glicose não pode entrar nela.

O interessante é que músculo durante o exercício físico, seguindo GLUT 4, para capturar glicose, ou que um longo prazo gera uma alteração no sangue, além de ajudar a perder peso, melhorando a resistência à insulina, o diabetes tipo 2 .

Exercício e osteoporose

A osteoporose é uma doença óssea mais comum. Esse distúrbio é mais comum em mulheres próximas à menopausa, já que os estrógenos são um fator protetor. A atividade física tem um efeito osteogênico, ou seja, ajuda a construir ossos ou o aumento da densidade óssea.

Esse efeito é maior quando uma pessoa é jovem e dura até aproximadamente 25 anos. Para aumentar a massa óssea, deve haver uma boa quantidade de cálcio da dieta e vitamina D, que é ativado pelo sol e por alterações nas rins.

Como evitar lesões esportivas, tudo sobre esporte

Você já teve uma lesão que o impediu de praticar esportes? Nesse caso, você provavelmente já sabe quanto tempo a recuperação pode levar. Lesões esportivas podem afetar não apenas atletas profissionais, mas também quem se exercita.

A boa notícia é que existem certas medidas que você pode tomar para evitar lesões. Este artigo explica o que você pode fazer para reduzir as chances de ferimentos.

FIQUE LIVRE DE LESÕES

Manter-se ativo é divertido, mas se você pratica um esporte ou faz alguma atividade física, há uma chance de você se machucar em algum momento. Aqui estão algumas maneiras de evitar lesões.

Uma das formas de evitar as lesões é usar os calçados apropriados para cada esporte, por exemplo se vai correr o tênis é de corrida, se for jogar basquete, o Tênis de basquete é o recomendado e por aí vai.

tenis_de_basquete

Aquecimento para evitar ferimentos

O aquecimento antes de começar a se exercitar prepara o corpo, não apenas fisicamente, mas mentalmente. Você pode pensar que não tem tempo para se aquecer antes de se exercitar, mas o aquecimento tem vários benefícios, como:

  • aumento do fluxo de sangue e oxigênio para os músculos
  • maior flexibilidade (se você esticar)
  • maior relaxamento e concentração

Seu aquecimento deve incluir diferentes tipos de exercícios , como corrida, alongamento suave e alguns exercícios resistidos. É muito importante alongar os músculos que você irá usar durante o exercício.

A duração do aquecimento e sua intensidade dependerão do nível de exercício que você fará. Em geral, deve durar pelo menos 15 minutos, tempo suficiente para começar a suar, mas sem se sentir cansado.

Alongamentos para evitar lesões

Alongar antes e após o exercício pode melhorar sua flexibilidade e evitar lesões. Muitas das lesões esportivas mais comuns são devidas, em parte, à falta de flexibilidade.

Gentilmente e lentamente, estique os músculos até o ponto de tensão e mantenha-os alongados por pelo menos 30 segundos. Você deve sentir uma sensação de alongamento ao invés de dor. Quando você mantiver seus músculos esticados, certifique-se de não saltar – tente ficar o mais imóvel possível.

Muitas das lesões esportivas mais comuns são devidas, em parte, à falta de flexibilidade.

O alongamento beneficiará especialmente os músculos de:

  • os bezerros
  • coxas (quadriláteros)
  • coxas posteriores (isquiotibiais)
  • as costas

Use o equipamento certo

Existem centenas de modelos diferentes de tênis no mercado e saber quais comprar pode ser bastante esmagador. Os melhores tênis são aqueles que se adaptam à forma dos seus pés.

Se você não tiver certeza se está usando os sapatos certos, convém levá-los a uma loja especializada em esportes e pedir conselhos. Algumas lojas têm consultores experientes que podem vê-lo correr e recomendar o tênis certo para você. Se possível, leve um par de tênis velhos com você para que o consultor possa analisar como eles foram usados.

 

Conheça aqui alguns dos benefícios da terapia online

Elimine o tempo de viagem, economize dinheiro com uma terapia on-line, por não precisar ir fisicamente ao consultório médico ou pode acessar uma terapia on-line quando talvez não haja espaço para terapia psicológica disponível no seu local de trabalho ou em casa;

Maior liberdade de horário para fazer terapia on-line quando, para mais fácil fazer terapia, incluindo fins de semana ou, às vezes, horas e mais do que você deve usar na rua;

Você só precisa de uma conexão à Internet e um telefone celular ou telefone fixo para receber chamadas, no caso de videochamadas, pode gravar no computador, smartphone ou tablet com uma câmera de vídeo. Também recomendamos o uso de fones de ouvido.

Se você procurar por terapias on-line, essa opção ajudará você a sentir-se bem novamente e mesmo com seus entes queridos.

Opções de tecnologia disponíveis

Ligue por telefone (Whatsapp ou telefone fixo, por exemplo);

Chamada de vídeo (Skype, Hangouts do Google, Zoom, Facebook Messenger, etc.);

Complemento de terapia presencial e terapia online.

Para marcar sua primeira consulta, escreva no formulário abaixo e escolha ou deseje marcar uma consulta on-line e com prazer um dos nossos terapeutas e psicólogos online ou atender em um curto espaço de tempo.

O método de pagamento pode ser ativado diretamente com o seu número de telefone que nunca antes do início da sua primeira sessão.

A terapia online pode ajudar em todos os momentos da vida, clique e descubra a maravlha da terapia online.

Psicólogo online

Quando pensamos em ajuda psicológica, é possível que ele venha para sua mente primeiro ou para psicólogo sentado em um sofá e o paciente fique no sofá. No entanto, uma tecnologia conseguiu remover essa imagem que é tão profundamente enraizada.

Uma vez que atualmente a ajuda psicológica pode estar online. Um psicólogo online pode ser uma solução perfeita para você.

Permitindo que tenhamos os seguintes benefícios:

  1. Conveniência: a ajuda psicológica on-line é mais confortável do que a ajuda psicológica regular, pois você pode usar a opção onde usar. Você não está se movendo enquanto tiver um computador e a Internet.
  2. Tempo: pelo que dissemos anteriormente, você salva muito tempo, pois não é permitido mover e evitar congestionamentos nas estradas.
  3. Economia: devido ao fato de despesas como aluguel de escritório e transporte excluídos, a ajuda psicológica on-line é mais barata que a psicológica tradicional, sem negligenciar a qualidade, prestando total atenção ao processo terapêutico.
  4. Confiança: Como vezes, Manter o psicólogo frente a frente PODE Ser intimidador ea Comunicação Entre terapeuta e Paciente PODE Ser prejudicada e Não ter uma fluência necessaria.

No entanto, estar no conforto da sua casa ou em qualquer outro lugar onde você sinta, pode produzir um ambiente de confiança que pode tornar a ajuda psicológica mais eficaz.

  1. Acessibilidade: Esse tipo de ajuda psicológica reduz as distâncias e facilita as pessoas com habilidades especiais que sofrem dificuldades para mover ou que estão em locais distantes para usar.

Se você deseja iniciar um processo terapêutico, lembre-se de que um psicólogo on-line pode ser uma escolha boa, confortável, rápida e fácil.

Agora, se você não tiver mais desculpas por não estar bem, uma tecnologia é melhor aliada para obter ajuda psicológica necessária.

Tosse seca em criança, dicas de remédios caseiros!

Se seu filho está sofrendo com tosse seca, principalmente a noite, veja essas dicas do Instituto do Sono:

Tosse seca em crianças: Este cof, conf incomoda! 

Infelizmente a tosse seca em criança pode surgir com frequência ao longo do ano. Incomoda tanto os nossos filhotes como nós, então muita calma nessa hora!

As vezes eles tossem sem motivos aparentes, quando se deitam ou se levantam e por se tratar de tosse seca, costuma incomodar mais a noite, na hora do sono reparador.

Como identificar a tosse seca em crianças?

Ela não provoca expectoração, a criança tosse e não sai nada, nenhum catarro, por isso ela é irritadiça.

Este tipo de tosse seca infantil, busca recuperar a liberdade plena das vias respiratórias, mas, mesmo a mucosa estando irritada, não há nada ali que esteja atrapalhando a respiração.  É basicamente uma tosse compulsiva que busca desobstruir as vias respiratórias.

Você pode estar se perguntando, mas o que gera a tosse seca em criança? Então listei alguns fatores:

  • Acontece muito por reações alérgicas (perfumes, bichinhos de pelúcia, cobertores e etc)
  • Muito pó onde a criança passa a maior parte do tempo, ou algum fator químico (produtos de limpeza do ambiente e etc);
  • Ambientes muito secos, ar condicionado.
  • Refluxo gástrico.
  • Irritação causada por resfriado, gripe, laringite ou bronquite.

Existem níveis de tosse seca à saber:

  • Tosse aguda: Basicamente duram em torno de 2 semanas.
  • Tosse crônica: Passam de 4 semanas.

Em ambos os casos é de suma importância que o pediatra da criança esteja ciente. As vezes pode ser algo simples, mas corremos o risco de não ser também! Então por via das dúvidas o acompanhamento com o médico será sempre a melhor opção.

Lembrando que bebês e crianças expostos à fumaça do cigarro estão mais propensos a sofrer com o sintomas da tosse seca.

Mas e se não conseguir um atendimento médico imediato? Como aliviar a tosse seca na criança?

Sou mãe, e sei bem como é! As vezes não conseguimos horário na agenda do pediatra, tem vezes que a tosse seca ataca no meio da noite e temos que esperar o dia amanhecer para resolver.

Então para aliviar até o momento do atendimento clínico, existem algumas saídas que você pode fazer em casa mesmo.

  1. Bebidas frias (água ou sucos de frutas não cítricas);
  2. Ligar um umidificador no quarto do bebê;
  3. Banhos no vapor, aqui em casa funciona muito!
  4. Leite com mel;
  5. Inalação com soro, para hidratar as vias respiratória.

Importante: As ações acima, não substituem a avaliação do pediatra, ok? São medidas que você pode tomar, até que consiga levar a criança para uma análise clínica.

Uma dica para ajudar no diagnóstico pediátrico é observar situações em que a criança tosse mais. Por exemplo, se a tosse for mais intensa ao deitar ou depois das refeições (ou mamadas) e etc.

Espero ter ajudado com o conteúdo, se quiser receber mais dicas de como aliviar o cof cof noturno.

5 Motivos para comer mais proteínas

Neste artigo você vai encontrar 5 grandes motivos para começar a comer mais proteínas. Além de melhorar vários aspectos da saúde, ela também pode ajudar no desempenho sexual e atlético de quem as consome.

Confira as dicas:

1.- REDUZ O APETITE

As gorduras, os carboidratos e as proteínas afetam o nosso corpo de diferentes maneiras.

Foi possível demonstrar através de vários estudos que a proteína é mais saciante, o que faz com que comamos menos
Isto é devido a que reduz os níveis de hormônio da fome, a grelina Também eleva o hormônio da saciedade, o peptídeo YY , o que faz com que nos sintamos mais cheios
Tudo isso é muito importante.

Foi testado em um estudo, que, ao aumentar a ingestão de proteína de 15 a 30% das calorias, as mulheres com excesso de peso tomavam 441 menos calorias a cada dia, tudo isso sem reduzi-las de forma intencional
Se você precisa perder peso, gordura da barriga , eu recomendo substituir algo de hidratos de carbono e gorduras que você está tomando por proteínas. É tão simples como tomar um pouco menos de batatas, arroz e um pouco mais de carne de peixe.

2.- A PROTEÍNA AUMENTA A FORÇA E MASSA MUSCULAR

A proteína forma os blocos de construção dos músculos.

É óbvio, então, que, se tomamos mais proteína nos ajuda a aumentar a massa muscular.
Isso é garantido por diferentes estudos, que mostraram que consumir uma grande quantidade de proteínas ajuda a aumentar a massa muscular e a força.

Se você é uma pessoa ativa, que faz treinamento com pesos , que está tentando ganhar força e massa muscular , é muito importante que se certifique de que você está tomando as proteínas suficientes.
Tomar bastante proteína também ajuda a prevenir a perda de massa muscular que ocorre na perda de peso

3.- A PROTEÍNA É BOA PARA OS OSSOS

No passado você afirmou que a proteína é ruim para os ossos.
Para argumentar isso se diz que o aumento de proteína carga de ácido em nosso corpo, o que faz com que o cálcio se coma os ossos para neutralizar o ácido.

Os estudos realizados dizem o contrário, tomar proteína, também o animal, tem muitos benefícios para a saúde dos ossos.

Está comprovado que as pessoas que comem mais proteína mantêm melhor a massa muscular à medida que envelhecem, e têm menos risco de sofrer de osteoporose e fraturas.
Isso é especialmente importante para as mulheres, as quais têm um maior risco de osteoporose após a menopausa Ter uma vida activa e proteínas ajuda a impedir que isso aconteça.

4.- A PROTEÍNA REDUZ O DESEJO DE BELISCAR ENTRE AS REFEIÇÕES

O que anseia por comida é diferente fome normal.

Não se trata apenas de ter vontade de comer, é mais do que o seu cérebro precisa de uma ” recompensa
O desejo por comida lixo é parecido com o desejo por drogas, o álcool e a nicotina.

Infelizmente, os desejos podem ser difíceis de controlar. A melhor maneira de superá-los é evitar senti-los.
Uma das melhores maneiras para obtê-los é aumentar o consumo de proteínas.

A barra azul que você vê no gráfico é o grupo que tomou alta quantidade de proteínas, a barra vermelha é o grupo de pessoas que tomaram proteína de forma normal. Como você pode ver, o aumento da ingestão de proteínas, provocou uma redução significativa na ansiedade por beliscar entre as refeições.

Isso também foi visto em estudos realizados com meninas, em que se viu que depois de tomar um café da manhã rico em proteínas , reduz a ansiedade e o desejo de estar surgindo. Isto pode ser devido à melhoria no funcionamento da dopamina, uma das principais hormônios do cérebro que está envolvida na ansiedade e no vício.

5. A PROTEÍNA AUMENTA O METABOLISMO E A QUEIMA DE GORDURA

O consumo de alimentos faz com que aumente o nosso metabolismo um curto período de tempo.
Isto é devido a que o corpo utiliza a energia ( calorias ) para digerir e fazer uso dos nutrientes nos alimentos. É o que se conhece como efeito térmico dos alimentos.

Mas nem todos os alimentos utilizam a mesma energia. Está comprovado que é a proteína é a que tem um efeito térmico mais elevado ( 20-35% ), em comparação com as gorduras e os hidratos de carbono ( 5-15% ).
Foi possível demonstrar que a proteína aumenta de forma importante o metabolismo e a quantidade de calorias que você queima. Quantas? Pois entre 80 e 100 calorias extras queimadas por dia.

Isto foi possível analisar em estudos, em que se chegou a verificar que o grupo de pessoas que bebia alta quantidade de proteína chegava a queimar 260 calorias a mais por dia do que o grupo de pessoas que bebia pouca proteína. Esta quantidade de calorias o equivalente a uma hora de exercício de intensidade moderada.

Os 7 hábitos que segundo a ciência nos ajudam a emagrecer facilmente

Dar banhos de água fria, sentir o cheiro de chocolate e outros métodos simples para acelerar a perda de peso.

1. Dormir bem

A duração depende de cada pessoa, embora a figura que sempre recomendam os especialistas, é por todos conhecido: 8 horas por noite.

Dormir pouco tem muitos efeitos que podem afetar indiretamente, ao peso, como sentir-se cansada e, em consequência, de ver o ginásio recorrer a alimentos hipercalóricos para suprir a falta de energia. Mas não descansar o suficiente, também tem consequências diretas sobre a balança, como a que demonstrou um estudo do Centro de

Estudos em Psicobiologia e Exercício da Universidade de São Paulo, no Brasil. De acordo com os resultados da equipe, a falta de sono faz com que o organismo a liberar uma série de hormônios que diminuem a síntese das proteínas. O efeito final? Os músculos se degradar e, portanto, o consumo de calorias pelo organismo diminui.

2. Tomar banho com água fria

Tomar banho em água fria, pode fazer você queimar um pouco mais de calorias. Isso porque seu corpo vai precisar gastar mais energia para manter-lo aquecido.

Há estudos também comprovando que o banho de água fria pode estimular o sistema imunológico.

3. Incluir proteínas no café da manhã

Pequeno-almoço é a primeira chave para manter a linha, só por trás de beber uma quantidade suficiente de água. Os nutricionistas recomendam tomar um pequeno-almoço completo que contenha hidratos de carbono, gorduras saudáveis e proteínas.

Estas últimas são especialmente importantes porque mantêm aquele que acredita ser carente por mais tempo, evitando o lanche incessante que pode acompanhar uma manhã sem tomar o pequeno-almoço.

Em concreto, segundo um estudo do blog Artes de Cura, se essa fonte de proteína de ovo é um ovo (sempre cozido cozido, não frito), esse efeito saciante reforçar. A explicação está nos níveis mais baixos que tem o ovo de grelina, um hormônio diretamente ligado ao apetite.

4. Tomar gorduras (saudáveis)

O consumo de gorduras boas podem ajudar a perder peso e manter a saciedade durante o dia. Deve ter apenas cuidado para não consumir demais, pois elas podem ser super calóricas.

5. Comer alimentos ricos em fibras

Pelo menos, 30 gramas por dia. Segundo um estudo da Universidade de Massachusetts, publicado no Annals of Internal Medicine, essa é a quantidade de fibra que ajuda a perder peso, além de beneficiar a saúde cardiovascular, tanto como uma dieta mais complexa.

Espinafre, brócolis, lentilha, quitoplan onde comprar, cereais integrais da maçã são alguns dos alimentos com maior teor de fibra que não podem faltar em uma alimentação equilibrada, especialmente quando se busca o emagrecimento, já que ajudam a vontade com menos quantidade de comida.

6. Beber chá verde

Alem de se tratar de um ótimo chá termogênico o chá verde também é anti-oxidante, que podem ser um bom aliado contra o peso.

7. Chocolate preto

Como a cafeína, o efeito do chocolate em uma dieta de emagrecimento também foi estudado muito, com resultados tão mediáticos como uma pesquisa publicada no prestigioso portal International Archives of Medicine, que afirmava que o chocolate preto age na aceleração da perda de peso.

Após preencher manchetes em todo o mundo, revelou-se que este estudo era uma farsa, e a publicação teve que retificá-lo. No entanto, foi demonstrado que comer mesmo só sentir o cheiro de chocolate muito escuro, com 85% de cacau pode ajudar a controlar os desejos. E evitá-los é um benefício indireto: o emagrecimento será mais fácil.

5 Técnicas de Musculação para desenvolvimento muscular extremo

Neste segundo capítulo da série, descobriremos o restante das 5 técnicas de musculação para um desenvolvimento muscular extremo . Usado por fisiculturistas no ginásio, como um arsenal de enorme poder para passar de nível.

Lembre-se de que são técnicas avançadas de treinamento para “atletas profissionais”. Eles não são adequados para iniciantes, pois excedem muito sua adaptabilidade. Você deve ter uma experiência mínima de vários meses de treinamento sistemático e profissionalmente programado. Por favor, não esqueça. Vamos por eles!

Confira como se tornar um bodybuilder

bodybuilding

Série de altas repetições e cargas leves

Levantar apenas pesos pesados ​​desenvolve apenas as fibras rápidas (FT). No entanto, o uso de pesos mais leves em altas repetições aumentará o tamanho das fibras lentas (ST), porque elas se desenvolvem mais sob tensão (TUT).

O congestionamento muscular (músculo inchaço) é alcançado com pesos leves e de alta repetição, é conseguida porque o tempo extra sob tensão do músculo faz com que o sangue está congestionada. Isso o força a se esticar para acomodar o excesso de líquido, ganhando tamanho (hipertrofia transitória). A longo prazo, esse mecanismo força a célula muscular a se adaptar, reforçando e fortalecendo suas fibras musculares (hipertrofia sarcoplasmática). Ao mesmo tempo, melhora a síntese de proteínas, o que permite o reparo e o crescimento muscular após o exercício.

A incorporação de 1 ou 2 dias por semana dessa técnica permite maximizar o potencial de crescimento total de seus músculos. Outra alternativa é no final de algumas sessões, preservar a força no início da sessão. Como um bolo caseiro cresce mais no forno, com uma pitada de fermento ou sem ele?

Aplicação prática: é usada em exercícios que permitem isolar 1 ou 2 músculos para manter a tensão muscular o tempo todo, como a curvatura do bíceps, extensão do tríceps ou aumento da panturrilha. 3 séries de 20 a 30 repetições com um haltere e a 60% do seu representante máximo (1RM).

Série emparelhada

Eles permitem que os fisiculturistas aumentem a quantidade total de trabalho que realizam. Semelhante às superseries, onde você trabalha 2 exercícios seguidos, de diferentes grupos musculares sem descanso. Eles geralmente se concentram em unir exercícios de diferentes membros ou partes do corpo, como o peito e as nádegas.

No entanto, as séries emparelhadas unem dois grupos musculares antagônicos, por exemplo, quadríceps e isquiotibiais, através do fenômeno reflexo da “inervação recíproca”. Sem se envolver demais na neurofisiologia, a contração de um agonista ou músculo motor (por exemplo, bíceps braquial) causa a inibição ou relaxamento de seu antagonista ou oposto (tríceps).

Esse mecanismo aumenta o desempenho , a coordenação muscular e diminui as chances de lesão. É amplamente utilizado em métodos avançados de alongamento, como o FNP (Facilitação Neuromuscular Propioceptiva).

Em séries pareadas, há evidências de que melhora o desempenho no trabalho do segundo músculo, devido ao alongamento anterior gerado durante o primeiro exercício . A razão é que estar mais descansado pode produzir maior força, o que produz mais micro lesões, que quando reparadas, tornam o músculo mais forte e maior.

Aplicação prática: 8 a 12 repetições de extensões quádruplas da máquina, seguidas por 8 a 12 repetições de curvatura do fêmur. Execute 3 séries.

Alongamento entre conjuntos

Consiste em alongar o músculo previamente trabalhado levemente entre as séries (Mohamad 2011), aproveitando o peso utilizado nas séries de força. Essa técnica controversa é usada pelos fisiculturistas para promover a hiperplasia hipotética, um fenômeno que causa a divisão das fibras musculares em fibras novas e independentes. Assim, aumenta o número total de fibras em um músculo.

Hoje, são necessárias muito mais pesquisas para determinar se a hiperplasia é possível. A evidência de que a hiperplasia ocorre em indivíduos humanos é baixo (já foi experimentado em modelo aviário), e se ocorre, os efeitos sobre a secção transversal do músculo parecem ser, no mínimo. A maioria dos exercícios causa hipertrofia, que é o aumento da seção transversal do músculo e seu diâmetro, ou seja, aumenta o tamanho da fibra.

Aplicação prática: realize 8 a 12 repetições de aberturas no peito com halteres. Na última repetição, mantenha o peso 30 “de forma que puxem os braços em direção ao solo cerca de 5 cm, esticando levemente o peitoral, os deltóides e o bíceps.

Tenha muito cuidado , se os pesos forem altos ou se você não for cuidadoso, porque o risco de lesões nos músculos, tendões ou ligamentos é alto. Pare imediatamente se sentir qualquer sensação de puxar, queimar ou desagradável.

 

A importância da vitamina A para o nosso corpo e em que alimentos a encontramos

Existem muitos nutrientes que são vitais para o nosso corpo se manter saudável e um deles é a vitamina A.

Essa vitamina é armazenada no fígado e é importante consumi-la, pois influencia muitos processos no corpo. Uma de suas principais funções é que ele está envolvido na formação de pigmentos da retina, que é a parte do olho que nos permite ver no escuro, diz a Biblioteca de Medicina dos Estados Unidos.

Confira também: Vitamina B17.

Portanto, aqueles que não comem o suficiente em sua dieta correm o risco de desenvolver uma doença ocular chamada xeroftalmia, que causa incapacidade de enxergar com pouca luz.

vitamina_b17

E esse não é o seu único benefício: está também ligado à formação e manutenção dos dentes, para o bom funcionamento dos órgãos e serve para fortalecer os ossos.

Finalmente, embora não menos importante, também favorece o sistema imunológico.

Onde encontro

Existem dois tipos de vitamina A. Um é chamado pré-formado e é encontrado em alimentos de origem animal, como carne bovina, peixe, aves e laticínios. Enquanto isso, o segundo é a provitamina A, proveniente de vegetais, sendo o beta-caroteno o subtipo mais comum.

Entre os produtos vegetais encontrados, estão vegetais de folhas verdes e vegetais verdes, laranja e amarelos (como brócolis e cenoura), além de frutas como melão, damasco e manga, relata o portal do Instituto Nacional de Saúde da Estados Unidos .

Segundo o site, não é comum que as pessoas sofram de deficiência de vitamina A enquanto seguem uma dieta equilibrada; portanto, se você consumir todos os tipos de alimentos, não deve ter problemas.

A exceção a isso são alguns grupos de pessoas que, devido a certas circunstâncias, podem precisar ingerir mais vitamina A do que o restante. São bebês prematuros, crianças pequenas, mulheres grávidas, mulheres que amamentam e portadoras de fibrose cística.

Por outro lado, dizemos que a vitamina A não é o único nutriente importante para o nosso corpo. Para saber mais sobre outras vitaminas, você pode ler nossas notas.