Mitos e verdades sobre clareamento dental

O clareamento dental é algo muito comum no universo de tratamentos dentários. Isso porque, devido ao amarelamento dos dentes, muitas pessoas recorrem a esse recurso, ou desejam realizá-lo em algum momento da vida. 

Entretanto, mesmo tendo essa vontade, muitas pessoas não entendem de fato como é o procedimento e suas características, bem como quais são suas recomendações. 

Dessa forma, dentro desse cenário, confira a seguir todos os mitos e verdades sobre esse tipo de procedimento dentário e saiba de uma vez por todas se esse tipo de tratamento serve para você. 

O que é clareamento dental?

O clareamento dental nada mais é do que uma limpeza nos dentes, mas especificamente falando, uma micro limpeza, que visa limpar todo e qualquer resto de alimento que não possa ser enxergado ou removido na rotina de escovação e higiene bucal. 

Entretanto, esse tipo de procedimento não é feito em qualquer lugar e de qualquer forma. Isso porque, o mesmo precisa ser realizado em um clínica odontológica, feita por um dentista e profissional no assunto. 

Em suma, esse tipo de tratamento irá utilizar de diversos radicais livres, como o próprio oxigênio para ativar a oxidação na proteína e aminoácidos presentes nos dentes, processo que fará com que os mesmos fiquem branquinhos novamente, ou pelo menos mais claros. 

Além disso, é importante informar que esse procedimento é realizado por sessões, podendo levar em média três sessões para chegar no resultado final. Em suma, cada sessão feita em um consultório dentista pode levar em média 50 minutos. 

 

Outra coisa que pode variar é o valor cobrado por um clareamento dental. Confira as questões que podem mexer com o preço abaixo:

 

  • Local onde é realizado;
  • Materiais que são utilizados;
  • Dentista que realiza o procedimento;
  • Quantidade de sessões. 

Portanto, para ter certeza sobre quanto ficaria um clareamento dental em seus dentes, vale a pena procurar o seu dentista de confiança e solicitar um orçamento, ou até mesmo pesquisar em buscadores na internet sobre ‘clareamento dental quanto custa’.

Mitos X Verdades

Por se tratar de uma prática comum, há muitos mitos que circulam a respeito desse tratamento. Portanto, confira alguns desses mitos e descubra a verdade sobre esse tipo de procedimento.

  1. Qualquer pessoa pode fazer clareamento?

Essa questão é um dos principais mitos sobre clareamentos. Isso porque, o procedimento não é recomendado em alguns casos, como por exemplo em mulheres grávidas, lactantes, e até pessoas que tenham algum tipo de sensibilidade aos medicamentos usados durante o clareamento dental.

Além destes, pacientes com doença periodontal e que tenham muitas restaurações dentárias também não podem clarear os dentes Isso porque, ao realizar o procedimento o profissional teria que trocar todas as restaurações, tornando o processo inviável. 

  1. Clareamento dental caseiro é eficaz?

Sim! Pouca gente sabe, mas o clareamento dental doméstico pode dar bons resultados, tanto quanto um realizado em uma clínica dentária

Isso porque, o gel utilizado no consultório pelo dentista acaba se diferenciando apenas por ser mais concentrado e acabar dando resultados de forma mais rápida, fazendo com que o clareamento caseiro acabe demorando mais para aparecer. 

Além disso, realizando o procedimento no consultório, outra diferença é que por se tratar de um gel mais concentrado e potente, a durabilidade do clareamento pode acabar sendo maior. 

Entretanto, o ideal sempre é fazer esse procedimento indicado por seu dentista  de acordo com suas reais necessidades bucais, que só poderão ser avaliadas por um profissional. Isso porque, optar por fazer o clareamento em casa pode dar espaço para erros que podem provocar alguma doença bucal e machucados. 

Portanto, se você realizou um clareamento caseiro e acabou machucando suas gengivas, língua ou alguma parte da boca causando sintomas como dificuldade de se alimentar, procure uma clínica dentista 24 horas

  1. Dentes amarelos são naturais?

Essa também é uma frase verdadeira. Isso porque, muitas pessoas acreditam que ter dentes amarelados é um sinal de falta de higiene bucal. Entretanto é necessário saber que essa é uma condição natural dos dentes à medida que os anos passam. 

Em suma, há formas de evitar o amarelamento excessivo, através de uma boa higiene bucal de cuidados bucais, bem como há como aumentar esse processo e potencializá-lo através da falta de uma boa escovação com direito a fio dental e hábitos como o fumo.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.