Quem tem trompas enoveladas pode engravidar?

Muitas mulheres têm o sonho de engravidar e encontram no caminho para sua realização empecilhos que muitas vezes as deixam na dúvida sobre a possibilidade de continuar tentando ou não. 

As trompas enoveladas são um problema conhecido entre as mulheres e que acende um alerta nas mulheres que tentam engravidar. As dúvidas são muitas, se é possível, e se, sendo possível, a gravidez é de risco para a mãe e para o feto, e como é o desenrolar dessa gestação.

O que são trompas enoveladas?

Localizadas acima do útero, as trompas uterinas, ou trompas de Falópio, ou ainda tubas uterinas, são órgãos alongados como grandes tubos, onde ocorre a fecundação do óvulo pelo espermatozoide e o posterior transporte do embrião recém-fecundado para se instalar no útero.

Por serem dotadas de uma função tão importante no processo de fertilização natural, muitos problemas relacionados às dificuldades de engravidar surgem ou são ligados às trompas. 

Uma situação comum das trompas é a de trompas enoveladas. São situações em que os canais das tubas têm o diâmetro reduzido. O nome “enoveladas” vem do fato de que, em alguns casos, a redução do diâmetro é suficiente para que o local se assemelhe a um novelo de lã.

Tal aspecto faz com que, na prática, as trompas uterinas da mulher fiquem visivelmente “tortas”. Assim, acaba por dificultar o caminho que os espermatozoides precisam fazer para chegar até o óvulo.

É importante lembrar que as trompas enoveladas não estão necessariamente obstruídas, mas literalmente entortadas pela diminuição do diâmetro da tuba.

Quais são as causas das trompas enoveladas

As trompas enoveladas podem ter algumas causas, como:

  • Salpingite;
  • Endometriose;
  • Traumas;
  • Outros processos inflamatórios nas trompas.

Esses fatores podem desencadear as aderências que formam o aspecto de novelo que dá nome à doença. Nem toda mulher que passa por esses processos ficará com as trompas enoveladas, mas existe a possibilidade, por isso, é importante avaliar as trompas em caso de ocorrência de algum desses fatores. 

Não existe uma forma específica de desfazer as trompas enoveladas. Os tratamentos têm por finalidade facilitar a qualidade de vida da mulher em aspectos em que as trompas enoveladas podem ser causa de dificuldades, como uma possível gravidez.

Também existe o tratamento pela cirurgia de laparoscopia. Nesse caso, será feito o máximo de correção possível, com cuidado para que não haja agressão extrema aos órgãos.

É possível engravidar com trompas enoveladas?

Engravidar por meios naturais com as trompas enoveladas é algo extremamente difícil, mas é uma opção de tentativa por alguns meses, pois alguns casos podem ter sucesso. Para isso, pode-se acompanhar o ciclo menstrual e as previsões de períodos de fertilidade em uma calculadora fértil. 

A recomendação mais segura para conseguir engravidar é de as mulheres fazê-lo por meio da fertilização in vitro (FIV), um procedimento em que a fecundação é feita de maneira externa ao corpo.

A fertilização in vitro consiste das seguintes etapas:

  • Estimulação dos ovários;
  • Punção folicular dos óvulos;
  • Coleta de espermatozoides;
  • Fecundação em laboratório;
  • Cultivo dos embriões até o estado de transferência;
  • Transferência embrionária.

Com os embriões já cultivados, a transferência embrionária é feita diretamente na região uterina, poupando as trompas. É um procedimento tranquilo que não requer nem mesmo internação. Após alguns dias da transferência, é confirmada ou não a gravidez.

Uma vez confirmada, a gravidez pode transcorrer normalmente, com acompanhamento médico recomendado de forma saudável e segura.